Debaixo daquela Figueira

Debaixo daquela Figueira

“Antes dele te chamar, eu te vi assentado debaixo daquela figueira.” (Jo 1:48)

Natanael tinha sua figueira, nós temos a nossa. O descrédito que ele conferiu ao Mestre foi retribuído por farta porção de amor. Sua surpresa certamente não era pela capacidade de Jesus enxergar. Sua localização era o que menos importava. Cristo sabia exatamente porque ele estava ali debaixo, o que passava em seu coração.

Já estive várias vezes debaixo de uma figueira, à sombra da existência. Primeiro a gente se abaixa, depois se acomoda e, por fim, se contenta com a penumbra. Os pensamentos oscilam, a mente desordena. O Senhor conhecia as batidas do coração de Natanael, cada uma de suas preocupações.

Na vida perdemos mais do que dinheiro, saúde e amigos. Nos perdemos de nós mesmos. Jesus não é a fonte de nosso encontro com alguma religião ou discurso. Ele é a ponte do nosso encontro conosco mesmo, com nosso próximo e com o Pai.

Naquele momento Natanael trocava, mesmo sem perceber, a sombra da árvore pela sombra do Onipotente, a sombra da figueira pela sombra da Videira. Convido você a fazer o mesmo. Antes mesmo dessa troca, “Eu te vi”, diz o Senhor.

Pr. Raphael Abdalla

Raphael Abdalla
Raphael Abdalla
Pastor Titular da Primeira Igreja Batista em Guarapari

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *