Cultos ao vivo com interpretação em Libras
31 de março de 2020
Primeira ação do projeto REDES comemora 2 anos
23 de junho de 2020

Santuário

”Não vi santuário, porque o seu santuário é o Senhor, o Deus Todo-Poderoso, e o Cordeiro.” – Apocalipse 21:22

O ponto central da nossa fé é a crença no transcendente. Já nos advertiu Paulo, o apóstolo, que se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens (1 Co. 15:19). Somos, portanto, o povo do Céu e sonhamos com esse lugar.

João, em Apocalipse, foi privilegiado em contemplar um pedaço dessa imensidão. Ele vislumbrou que lá tem grande muralha (talvez porque aqui somos inseguros demais), doze portas (talvez porque aqui temos portas fechadas demais) e um gigantesco território (talvez porque aqui somos pequenos demais).

Pois é, tudo isso está descrito no capítulo 21 de Apocalipse. Porém, note uma coisa. De tudo que tem no Céu, uma coisa não há: santuário. Será que porquê aqui talvez tenhamos santuários demais? Não sei, não tenho essa resposta. Fato é que não há um prédio religioso no Céu.

O próprio Cordeiro é o Santuário. Aquela multidão que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas (Ap. 7:9) estava adorando a Ele, Nele. Louvando a Cristo em Cristo. Bendizendo ao Cordeiro no Cordeiro.

Nele nós vivemos, nos movemos e existimos (Atos 17:28). Que nesses dias longe do prédio de adoração, estejamos dentro da razão da adoração: Jesus, o Cristo.

Raphael Abdalla
Raphael Abdalla
Pastor Titular da Primeira Igreja Batista em Guarapari

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *